quarta-feira, 4 de novembro de 2015

ESCOLINHA DA IRENE

..

QUE FAZ A PRESSÃO ARTERIAL SUBIR ????

Como cardiologista muitas vezes sou questionado sobre os motivos que levam a pressão arterial a subir.
Como acontece esse fenômeno e suas consequências.
A percepção geral é de que se alguém está sob estresse, nervoso, preocupado, há a elevação.
Está correto, mas não são apenas esses fatores, outros também complexos estão envolvidos, tais como a idade, os hábitos alimentares e físicos.





A idade, por exemplo, é um fator de risco, pois com o tempo as artérias por onde circula o sangue vão enrijecendo.
Menos flexíveis dificultam a passagem do líquido e, desta forma, o sangue que é bombeado pelo coração encontram menos espaço para circular.
Com isso a pressão sobe.

Os rins também têm papel expressivo neste equilíbrio do organismo.
Quando estão funcionando mal e não regulam a quantidade de líquidos em circulação no corpo, o coração tenta compensar com mais impulso ao sangue e também eleva a pressão.






O coração, claro, é o centro da história.
Ele é um músculo que funciona ininterruptamente para garantir a irrigação das células com o oxigênio e nutrientes presentes no sangue.
O bater do coração que ouvimos é o movimento de contração e expansão para bombeamento do sangue.
É conhecido tecnicamente como sístole, quando o músculo se contrai e diástole, quando se dilata e está cheio de sangue.
A força que o sangue exerce sobre os vasos sanguíneos determina a pressão arterial.

Em situação normal o corpo tem que ser capaz de dosar essa pressão e fazer o sangue chegar a cada célula na medida certa.
Quando há pressão em excesso as artérias podem resistir e se romperem.
É o que ocorre quando há um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico, com sangramento no cérebro.

Algumas situações provocam a elevação esporádica da pressão arterial e não chegam a ser graves se não se tornam rotineiras.
A pressão alta contumaz afeta diferentes órgãos.
Nos olhos podem romper as artérias que irrigam a retina e levar à cegueira.
No cérebro podem provocar o AVC isquêmico (quando há o entupimento de algum vaso) ou o hemorrágico; coração, os rins, os vasos sanguíneos e o cérebro.
No coração pode chegar à obstrução arterial ou à formação de coágulos, que impedem a irrigação e leva à morte de tecido e ao infarto.
Os rins assim como provocam a hipertensão sofrem com as consequências que podem chegar à insuficiência renal.

Na vida sexual, a pressão elevada pode levar à disfunção erétil, em função da chegada insuficiente de sangue no pênis.
E nas atividades físicas, a pressão elevada desregula o volume de sangue em circulação no corpo e provoca dores musculares.

A elevação da pressão tem esses fatores, mas eles podem estar presentes também em pessoas que não sofrem com o problema.
Na verdade, em cerca de 90% dos casos a causa não é conhecida.
Mas os estudos mostram que alguns fatores incrementam seu aparecimento.






Para prevenir, o melhor é evita-los.
Alguns são a obesidade e o sobrepeso, que sobrecarregam o coração; o tabagismo em função de substâncias que reduzem a elasticidade das paredes das artérias ou a diminuição da espessura dos vasos sanguíneos; o sedentarismo, o estresse, o excesso de sal, o uso de drogas e álcool e a hereditariedade.

Se você se enquadra em qualquer desses casos, procure um médico e previna-se.
Alguns sintomas como dores de cabeça, na nuca, no peito, tonturas, visão embaçada, sangramento nasal e inchaço (retenção de líquidos) demandam atenção.

Mesmo que nenhum deles esteja presente, vá ao médico regularmente e faça seu check up.

A prevenção é o melhor remédio.



Flávio Cure Palheiro é cardiologista e clínico geral.

FONTE: Recebi por e-mail

Andar rápido pode contribuir mais para a boa forma do que a academia

Estudo concluiu que as pessoas que faziam caminhada a passo rápido pesavam menos do que as que praticavam atividades vigorosas.



LIFESTYLE EXERCÍCIO


Um grupo de pesquisadores da London School of Economics descobriu que as pessoas que andam bastante e a passo apressado têm IMC’s mais baixos e cinturas mais estreitas do que as pessoas que praticam esporte regularmente.

Aliás, de acordo com as conclusões do estudo, estas caminhadas rápidas podem contribuir mais para a perda e manutenção do peso do que a ida à academia.
Como reporta o Daily Mail, as mulheres de todas as idades e os homens com mais de 50 anos que caminham regularmente por mais de 30 minutos pesavam menos do que outras pessoas que praticavam atividades vigorosas como jogging ou cycling.  
O estudo, liderado pela Dra. Grace Lordan, especialista em economia da saúde, comparou as medidas de pessoas que realizavam atividades que aumentavam o ritmo cardíaco e provocavam transpiração (trabalho doméstico pesado, trabalho laboral pesado e desportos como rugby) com as de pessoas que diziam fazer apenas meia hora de caminhada diária a passo apressado.
As conclusões do estudo basearam-se nos níveis de atividade física do anual Health Survey da Inglaterra entre 1999 e 2012. 
FONTE: Notícias ao Minuto

Acha que sabe descascar batatas? Aprenda como

Descascar batatas nem sempre é uma tarefa agradável, veja a forma mais fácil de o fazer



LIFESTYLE DICAS

O canal do YouTube FoodyTube publicou um vídeo que é já um autêntico sucesso.

Em cinco dias, o vídeo em que se demonstra como é que se descascam batatas – sem desperdícios – já conta com mais de dois milhões visualizações.
Mas, afinal, como é que se descascam batatas? Dando um corte leve em torno da largura da batata. Depois, coloca-se a batata para ferver e, por fim, retira-se a pele.

FONTE: Notícias ao Minuto

Coisas que aprendemos sobre nós próprios no Facebook

As redes sociais, além de serem local propício para julgarmos os outros, também podem ser muito úteis em termos de aprendizagem pessoal



LIFESTYLE REDES SOCIAIS


Se passa várias horas no Facebook certamente já terá notado que além de julgar os outros também é muitas vezes julgado ou mal interpretado O que muitas vezes gera até discussões mais ou menos graves ou sérias.

A colaboradora do Huffington Post Michelle Tang diz estar passando por uma crise de meia-idade e nesta fase diz ter aprendido muitas coisas importantes sobre si própria, ao simplesmente usar o Facebook. Veja que lições ela tirou e se elas também se aplicam a você.
1. ‘O meu senso de humor não é bem interpretado universalmente’. Por vezes as publicações que faz nas redes sociais podem ser interpretadas sem senso de humor, gerando confusões, discussões e até julgamentos graves sobre a sua personalidade.
2. ‘Expressar a minha opinião não custa tanto como eu pensava’. O Facebook acaba por ser um meio de muitas pessoas mais tímidas expressarem as suas opiniões. Mostra o que quer e o que sente, muitas vezes sem pensar no olhar crítico dos outros ou na possibilidade ou não de fazer má figura.
3. ‘O conflito dá-me dores de cabeça’. Da mesma forma que o Facebook permite uma maior partilha de informação, opiniões e sentimentos, também gera mais conflitos. O que pode dar muitas dores de cabeça às pessoas que instintivamente fogem deles. Por outro lado também pode ser uma ferramenta para essas pessoas tentarem combater o medo dos conflitos, uma vez que é mais fácil lidar com eles quando as pessoas em causa não estão frente a frente.
4. ‘Geralmente as pessoas são simpáticas, e quando não são pode ‘desamigá-las’’. Assim como na sua vida pessoal, pode escolher ter no seu círculo de amigos pessoas que gostem realmente de você e que o apoiem. Quando tem pessoas menos agradáveis na sua rede social pode sempre ‘desamigá-las’ online, e pessoalmente se for o caso.
5. ‘Se tudo falhar pode sempre ver as fotos dos animais de estimação dos seus amigos’. Se o dia correu mal, se não está animado, as fotografias dos animais de estimação dos seus amigos podem sempre dar um novo alento ao seu estado de humor.