domingo, 1 de maio de 2016

Em Brasília, ato do dia do trabalhador tem 'urna de desvotação'

Manifestantes puderam 'desvotar' em políticos eleitos



A manifestação pelo Dia do Trabalhador, comemorado neste domingo (1º), contou com uma 'urna de desvotação' em Brasília. No local, manifestantes puderam "desvotar" em políticos eleitos. Foram citados nomes como Cristovam Buarque (PPS-DF) e Marta Suplicy (PMDB-SP).
Críticas à condução do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff deram tom ao ato. Políticos que fazem oposição à direita ao governo e o Supremo Tribunal Federal (STF) também foram alvos dos participantes.
Ex-ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho e a deputada federal Erika Kokay (PT-DF) fizeram falas para o público presente.
Recentemente, militantes iniciaram uma campanha nas redes sociais para que a senadora Marta Suplicy refletisse sobre sua origem partidária e pelo fato de ter sido eleita em campanha ao lado da presidente Dilma para que mudasse seu voto e se posicionasse contra o impeachment.


VEJA MAIS FOTOS AQUI

Nenhum comentário: